domingo, 16 de setembro de 2012

"POESIA A GENTE INVENTA" DE FERNANDO PAIXÃO E LIZMEDEIROS


                                                   SITE DA EDITORA: www.atica.com.br

INDICAÇÃO: 8/11 anos
leitura compartilhada - a partir de 5 anos

24 páginas

   Em POESIA A GENTE INVENTA, a poesia procura ser uma brincadeira com as
palavras. O autor FERNANDO PAIXÃO, com muita criatividade, humor e às vezes,
crítica, convida o leitor a liberar a sua imaginação, a  deixar  que ela  o leve aonde 
ele queira ir.

LEIA:                                                    A MENINA E AS ASAS
             
                                              Marcolina sabia muitas histórias.
                                              Aquelas que mamãe contava
                                              outras que lera nos livros
                                              Também as de sua imaginação.

                                               Mas agora torce o nariz
                                               quando percebe a repetição:
                                               o cavalo de asas, o  peixinho de asas,
                                               o burro de quatro asas
                                               e até as asas de um herói grego
                                               derretendo no calor do sol.

                                               "Por que tantas histórias iguais?"
                                                quer saber Marcolina
                                                imaginando a bicharada voar sem direção.
                                                "Se todos tivessem asas, que seria do céu?"
                                             
                                                Em que pedaço de nuvem dormiria o elefante?
                                                Será que o leão, parecido com anjo,
                                                deixaria em paz o veado voador?
                                                Ia ser uma grande confusão.
                                                E os passarinhos, coitados,
                                                Teriam que andar no chão.
                                                                                                      FERNANDO PAIXÃO

                                                                              

                                                            CLIQUE PARA AMPLIAR
    

A ilustradora LIZMEDEIROS, neste trabalho, brincou com os traços, principalmente,
com os que reforçam os contornos das figuras.

As ilustrações são coloridas, exuberantes e captam o sentimento  do autor no seu 
encontro com a poesia. 


                                                           CLIQUE PARA AMPLIAR

2 comentários:

Pequeno Príncipe disse...

Olá Cristina, passando para desejar uma ótima semaninha!!
Bjs
Pedro e Amara

Cristina Sá literaturainfantilejuvenil disse...

Olá! Pedro Pequeno Príncipe,
Obrigada pelo carinho.
Boa semana para vocês também!
beijos,
Cristina