sexta-feira, 25 de novembro de 2011

"A CALIGRAFIA DE DONA SOFIA" DE ANDRÉ NEVES

                                   SITE DA EDITORA:  www.paulinas.org.br


Dona Sofia era uma professora aposentada, louca por poesia. Gostava  tanto, que 
resolveu copiar, nas paredes de sua casa, os poemas de que mais gostava. Isso 
para que eles não ficassem escondidos dentro dos livros. Dessa forma, ela poderia 
relê-los a qualquer momento. 


"OS ANOS FORAM PASSANDO E UM BELO DIA DONA SOFIA PERCEBEU QUE
NÃO HAVIA MAIS ESPAÇO PARA ESCREVER. O QUE FARIA, ENTÃO? NÃO 
QUERIA DEIXAR AS POESIAS ESCONDIDAS NOS LIVROS..."


O que fez dona Sofia? Ela teve uma ideia tão maravilhosa, que  foi capaz de inundar
de poesia a vida de todas as pessoas da cidade. 


O livro, como as paredes da casa de dona Sofia, também é lindamente ilustrado com 
muitos poemas de diversos escritores: Roseana Murray, Fernando Pessoa, Bartolomeu
Campos de Queirós, Castro Alves, Florbela Espanca, Carlos Drummond de Andrade,
Elias José,  Álvares de Azevedo, Gonçalves Dias, Gláucia de Souza, Garcia Lorca,
Machado de Assis, Casimiro de Abreu, Sérgio Capparelli e tantos outros....





O texto de André Neves, suas delicadas ilustrações e os poemas, que decoram as
páginas deste livro, envolvem o leitor no universo mágico da poesia. 

A CALIGRAFIA DE DONA SOFIA é um livro para se lido e relido inúmeras vezes.

Vejam o que o escritor Elias José  escreveu, na 4ª capa,  a respeito desta obra:

" Com este maravilhoso livro, A CALIGRAFIA  DE  DONA SOFIA, André Neves
sugere que a vida seria muito melhor se espalhássemos poemas pelo mundo
afora. E ele, com sua carga de talento duplo e de humanidade, fez mais: espalhou
muitos poemas, criou dona Sofia desenhando e escrevendo a história, provou
que um poema partilhado provoca mais amor, mais amizade e que há muitas
razões para também copiar e espalhar poemas."         ELIAS JOSÉ
   
ASSISTA AO VÍDEO PARA CONHECER MELHOR  ANDRÉ NEVES:

 

Este vídeo foi feito  pela REVISTA CRESCER. Nele, o ilustrador e escritor André
Neves conta, em entrevista, sua trajetória e fala da importância de criar identidades
visuais em arte desde cedo, para crianças.

Um comentário:

Mil Cachinhos disse...

Ah, Cris, um dos meus livros favoritos. Um dos que estão guardadinhos, aguardando o momento de chegar às mãos da filhota...
bjs,
Mil Cachinhos
www.cachinhosleitores.blogspot.com