terça-feira, 30 de setembro de 2014

NO DIA DA CRIANÇA, DÊ LIVROS DE PRESENTE: 21 DICAS DE LEITURA


. LANÇAMENTO  DA EDITORA BRINQUE.BOOK: COLEÇÃO DE LIVROS DE
  BANHO
. Livro de plástico não tóxico, divertido  e interativo, que pode ser utilizado
  durante a hora do banho.
. Gildo  é um dos personagem mais  famosos da autora  SILVANA  RANDO.
  O livro homônimo já vendeu  55.000  exemplares desde o seu lançamento
  e conquistou o prêmio Jabuti de Melhor Ilustração Infantil em 2011.
. Gildo está de volta em livros de banho, com novas aventuras: na praia, na
  escola e no jardim.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


. UM TANTO PERDIDA de  CHRIS  HAUGHTON  conta,  de  maneira  delicada, 
  a história  de  uma  corujinha,  que  se perde  da  mãe. A narrativa  cuida de 
  apaziguar nas crianças o medo, que todas elas têm, de se separar dos pais.

. COM QUE BICHO VOCÊ SE PARECE? de SANDRA RONCA apresenta um 
  poema que  leva  o pequeno leitor a  olhar bem de perto e a descobrir  as
  diferenças  entre os  animais. Este livro proporciona, também,  a reflexão
  sobre a  importância de preservar, respeitar e cuidar dos animais.

. SETE  PATINHOS  NA  LAGOA de  CAIO RITER  é um livro  que recebeu da
  FNLIJ o selo de Altamente  Recomendável e  agora, acaba de ser  indicado,
  como finalista, para o  Prêmio Jabuti 2014 (categoria infantil).  
  O livro traz a história do terrível jacaré Barnabé e de sete  patinhos. O fato
  é que Barnabé está faminto e pronto para dar o bote, mas...o que será que
  vai acontecer? Vale a pena conferir.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


. DEMAIS de TINO FREITAS, com ilustrações de LÚCIA BRANDÃO é um livro
  que fala do afeto incondicional, que existe, entre  pai, mãe e filho. O final da 
  história reserva, para o pequeno leitor, uma forte emoção. O que será?

. A imaginação do menino NÍCOLAS pode ir muito longe. Para  poder lidar com
  todas as adversidades da sua vida, ele imagina ser o 'Super Nico', mas acaba
  descobrindo que  é uma criança  como  tantas outras.   NÍCOLAS  de  AGNÈS 
  LAROCHE , com  ilustrações de  STÉPHANIE  AUGUSSEAU, ajudará o leitor a,
  também, lidar com seus próprios medos.

. O livro QUEM QUER TROCAR? foi escrito e ilustrado por MAURÍCIO VENEZA.
  Na história, a joaninha, cansada de usar  sempre a mesma roupa, decide  que
  irá trocá-la  por  outra. Ela  sai em  busca  de um  traje perfeito, mas acaba  se
  envolvendo  em  muitas confusões. O texto, leve e divertido, apresenta várias
  situações inusitadas, que provocam reações pra lá de engraçadas.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


. LONGE de SILVANA TAVANO, lindamente  ilustrado por MARIA WERNICKE,
  foi escrito com apuro de  linguagem e poesia. O livro conta a história de um
  menino e  da  dor  de  uma  saudade.  O  pai está  longe  e  a mãe, quando o 
  menino pergunta onde está o pai, sempre responde:'muito longe'. Acontece 
  que   longe  está  muito  longe  de  verdade. Só  mesmo  a imaginação  pode
  alcançar o lugar onde mora a  saudade do menino. 

.  A  noite  está escura. Lá fora, um raio cruza o céu e um trovão faz  tremer a
  casa. Cabum!Outro trovão! A história do livro POSSO DORMIR COM VOCÊ? 
  acontece neste cenário. No quarto, um menino dorme sozinho. Será que ele
  continua dormindo? Este livro apresenta uma narrativa cumulativa - a cada
  trovão, a  história  é repetida,  um fato  novo é  acrescentado e  o  suspense 
  aumenta. Mesclando  medo com  humor,  a trama  poderá ajudar a criança a
  perceber que a imaginação  pode fazer e desfazer todos os medos ou torná-
  los bem pequenos.

. HISTÓRIA EM 3 ATOS  tem um texto que brinca com as palavras e as letras.
  No primeiro ato, o gato vê o pato,/tem um susto,/ cai o G./O pato vê o gato,/
  tem  um susto,/  perde o P,/ e por aí vai....Com o acréscimo ou a  eliminação
  de uma letra, novas possibilidades linguísticas vão surgindo. É diversão na
  certa!
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 


. "  Aí  todo mundo saiu./ Todo mundo mesmo./ Foi estranho, porque eu nunca 
   tinha  ficado sozinho em casa.../ Mas  naquele  dia as coisas aconteceram de
   um  jeito tão  diferente, tão  ao contrário, tão  de  cabeça  pra  baixo!  " Assim
   começa o livro EU-DE CABEÇA PRA BAIXO de  ROSANA RIOS, com incríveis
   ilustrações de BIRY SARKIS. Seguros de  que o menino não criaria confusão,
   pois estava com  o pé engessado,  os pais  resolvem  deixá-lo  sozinho. Você
   não vai acreditar no que aconteceu!

.  Em QUEM CONTOU?, a autora DILEA FRATE apresenta textos com situações
   absurdas  colhidas de  personagens reais ou  saídas do fundo da imaginação.
   Na verdade, quem  contou as histórias não  tem  a mínima importância. O que 
   importa mesmo é a história que se conta e seus personagens. São 26 fábulas
   divertidas, que vão falar de crianças estranhas, bichos sensíveis e cachorros
   problemáticos...As ilustrações são assinadas por LAERTE. Com certeza,você
   vai se surpreender!

.   Como nasce uma amizade? Você sabe? Ela  pode acontecer de diversas formas,
    em qualquer lugar, num  instante qualquer... Com a menina Manoela  e o menino
    Bruno, foi assim: nasceu de uma situação simples, cotidiana e corriqueira.
    Manuela se esconde atrás da cortina e  espia. Bruno, desconfiado, olha  também
    de sua janela e tenta  disfarçar. A distância, entre  as duas janelas  dos vizinhos,
    impede que eles se conheçam melhor. Para dar um jeito naquela situação quase
    sem jeito, Bruno,cheio de imaginação teve uma grande ideia. E foi assim que, na
    vida de Manuela  e Bruno, surgiu um fio de amizade. Leitura  imperdível! UM  FIO
    DE AMIZADE de MARILIA PIRILLO.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


.  O livro  CAIXINHA  DE GUARDAR O TEMPO é poesia  pura. Com delicadeza, 
   a escritora ALESSANDRA ROSCOE  mostra para o leitor um poema sobre 
   tempo, sobre a falta que o tempo faz e sobre as lembranças. Trata-se de um
   texto  sensível  e muito  bem  escrito . Nele,  a menina Sofia  conta como vai
   guardando as suas  lembranças ao longo  da vida - em uma caixinha. Quem
   assina as ilustrações deslumbrantes  deste livro é ALEXANDRE RAMPAZO.
   CAIXINHA DE GUARDAR O TEMPO foi finalista do Prêmio Jabuti, no ano de
   2013.

.  DA GUERRA DOS MARES E DAS  AREIAS (Fábula sobre as marés) de PEDRO
   VELUDO acaba de ser indicado, como finalista, para o Prêmio Jabuti 2014.
   O  livro  conta  uma  fábula  encantadora  sobre  o movimento  das  marés nos 
   primórdios da Terra. O eterno ir e vir das ondas sobre as areias aparece como
   uma batalha entre os personagens. Como será que este conflito acabará? 

.  "A BRUXA TÁ SOLTA!" -  Você está disposto a conhecer a Madame Elke?  Ela é
    uma bruxa  errante, sem eira  nem beira, que vive viajando pelos quatro cantos
    do mundo. Na verdade, ela é uma ameaça constante. A bruxa Elke não enxerga       
    bem e por isto vive se atrapalhando. Cheia  de truques, suas poções são  feitas
    no microondas e não, em um caldeirão. Madame Elke é uma bruxa moderninha,
    que vai, realmente, mostrar aos leitores que a bruxa  tá solta. As ilustrações de
    RUBEM FILHO são um show! Confira.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
   

. O livro A BOLSA AMARELA de LYGIA BOJUNGA foi editado pela primeira
  vez  em  1976.  Durante  estes  38  anos, foi  traduzido em  vários  idiomas,
  adaptado e encenado  em  teatros e ainda  recebeu vários prêmios. É uma 
  obra que atravessou o tempo e segue encantando o público infantojuvenil. 
  Narrado em primeira pessoa, conta a história da menina Raquel, que entra  
  em  conflito consigo  mesma e  com a família. Incompreendida  pelos seus
  familiares,  revela  que  três  vontades  cresceram  dentro   dela:  a  de  ser 
  escritora, a  de ser  garoto e a de  ser  adulto. É  na  bolsa amarela  que ela 
  decide guardar as suas vontades. Sensível, solitária e imaginativa, Raquel 
  relata situações vividas e imaginadas, cruzando mundo real de sua família
  com  o mundo criado por sua imaginação. Este  livro de  LYGIA BOJUNGA
  é  uma  oportunidade  do  leitor  conhecer  a mais  importante  obra   desta
  premiada escritora.

.  O livro  "A  FLAUTA  MÁGICA"  traz   uma   história  fantástica, cheia de
   emoções  e   aventuras. O  príncipe Tamino  está   prestes  a  se  tornar 
   rei.   Para  isso,   precisa   passar   por   uma   prova  de  sabedoria,   no
   templo do  temível  bruxo  Sarastro. Terá  que enfrentar muitos perigos. 
   O maior  deles  é  a paixão  proibida  que ele tem pela princesa  Pamina, 
   prisioneira de  Sarastro. Tamino parte  em busca de  Pamina e leva com 
   ele a flauta mágica.
   Será  que a flauta mágica ajudará  Tamino a enfrentar e vencer todos os 
   obstáculos?  (O livro é uma  adaptação da ópera  do compositor Mozart,
   escrita no século XVIII.)

.  LANÇAMENTO EDITORA  ESCARLATE:  "A ESPADA DE KUROMORI"  de
  JASON  ROHAN.  Este  livro foi  lançado  em  maio de  2014  na  Inglaterra.  
  Constou da lista dos melhores lançamentos e foi sugestão de leitura para
  as  férias  deste ano. Kenny  Blackwood tem  apenas  15 anos e mora nos 
  Estados Unidos. Foi passar as férias de  verão com  seu pai  em Tóquio e
  faz uma surpreendente descoberta: é o único que pode deter uma  guerra 
  secreta, que está prestes a explodir. Antes que  seja tarde demais, sai em
  busca da lendária  Espada do Céu. " A  ESPADA  DE  KUROMORI " é uma
  leitura envolvente e eletrizante. Imperdível!
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

CONVITE: CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS E LANÇAMENTO DO LIVRO " A INCRÍVEL HISTÓRIA DO HOMEM QUE NÃO SONHAVA" NA LIVRARIA NOVE.SETE (SÃO PAULO)



LIVRO / LANÇAMENTO:
A INCRÍVEL HISTÓRIA DO HOMEM QUE NÃO SONHAVA
autor/ ilustrador: RAFAEL ANTÓN
coleção: QUEM LÊ SABE POR QUÊ
indicação: a partir de 10 anos ( leitor fluente)
32 PÁGINAS
editora: SESI-SP

VENHA TROCAR LIVROS E IDEIAS NA "ESTAÇÃO DAS LETRAS" (RIO DE JANEIRO)


CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NA "ENTRETEXTO KIDS" - LOJA BARRA DA TIJUCA ( RIO DE JANEIRO )


REFLEXÃO: PROFESSOR DE LEITURA


terça-feira, 23 de setembro de 2014

CONVITE PARA O LANÇAMENTO DO LIVRO: "O MENINO QUE LIA NUVENS" DE RICARDO VIVEIROS E CÁRCAMO ( SÃO PAULO)

LIVRO:
O MENINO QUE LIA NUVENS
autor: Ricardo Viveiros
ilustrador: Cárcamo
editora: Gaivota
indicação: a partir de 6 anos (leitor iniciante)

LOCAL:LIVRARIA DA VILA do SHOPPING JK IGUATEMI
avenida Juscelino Kubitschek, 2041 - Itaim Bibi
São Paulo - SP 
telefone: (21) 5180.4790

DIA: 28 / setembro / 2014 ( domingo)

HORÁRIO: das 15 horas às 18 horas



CONVITE PARA O LANÇAMENTO DO LIVRO: "ÁGUAS EMENDADAS" DE RUBENS MATUCK (SÃO PAULO)


LIVRO:
ÁGUAS EMENDADAS
autor/ilustrador: Rubens Matuck
editora: BIRUTA
indicação: a partir de 10 anos (leitor fluente)

PROGRAMAÇÃO:
-Sessão de autógrafos  
-Distribuição para as crianças de mudas de Cereja-do-Rio-Grande,
planta típica da região de Águas Emendadas

LOCAL:
Padaria Rodésia
rua Rodésia,110 - Vila Madalena
São Paulo / SP

DIA:
27 de setembro de 2014 ( sábado)

HORÁRIO:
das 11 h às 13 h

O LIVRO:

   Rubens Matuck lança mais um livro sobre a natureza brasileira. Desta vez, ele
compila suas observações em forma de texto e de pintura em aquarela, de suas
viagens à região de Águas  Emendadas, um  sistema de proteção à  natureza no
Distrito Federal, no centro-oeste do Brasil.


LANÇAMENTO DA EDITORA BIRUTA: "PISCINA JÁ" DE LUIZ ANTONIO AGUIAR E TIAGO LACERDA

                                   SITE DA EDITORA: www.editorabiruta.com.br
                                 BLOG DA EDITORA: www.blogbirutagaivota.com.br


INDICAÇÃO: a partir de 10 anos (leitor fluente)

104 páginas

A história, que é contada no livro PISCINA JÁ!, aconteceu na década de 70. Na época,
o Brasil vivia sob o domínio da Ditadura Militar. Muitos lutavam contra a repressão e a
censura. Lutavam pela liberdade!

Dividido em capítulos, o texto, através do olhar de uma menina e de sua turma, mostra
para o leitor para  um Brasil  bem  diferente do atual. Num  cenário de luta de militantes
e de  estudantes  contra um duro sistema  político, o livro apresenta, também, a luta de 
crianças do Condomínio da Colina, na Serra da Araras.Elas lutavam contra a repressão 
e pela liberdade de usar a  piscina comunitária do condomínio.  

O movimento - PISCINA  JÁ!  surgiu  assim: nas férias de verão, todas as  brincadeiras aconteciam  na piscina  comunitária do  Condomínio da Colina, abastecida com a água 
que  vinha diretamente  do alto da  serra. Com a chegada do General  Pimenta, que se
mudou para  uma  casa enorme no condomínio,  formou-se  a  confusão. Ele  começou a  reclamar  que  a  água do  riozinho não  dava para  abastecer sua  piscina  particular. 
Usando sua  influência e autoridade,  ele  desviou toda a água para sua residência. E a 
turma do Condomínio da Colina partiu para briga contra a  repressão: PISCINA JÁ!

Paralelo a  isso, a  família da  protagonista da história sofre com um  outro problema: o
sumiço do Tio Zeca. 

Leia este trecho, do primeiro capítulo do livro, para entender como isto aconteceu:

Tio Zeca era nosso herói.
 Daí  quando  ele  chegava lá em  casa, com aquela camiseta com  estampas de
 Che Guevara, barba tipo eu sou comuna  e seus cabelos bagunçados, pedindo 
 xampu e um  pente, a  gente fazia  a  festa.  Ele sempre  tinha  histórias  ótimas 
 para contar.

 Histórias do que estava acontecendo na rua e aí pelo mundo.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 Aconteceu que  um dia, pediram  pra gente parar de  falar nele. Principalmente
 na frente de vizinhos, de pessoal de fora da casa.

 Ele deixou de passar na nossa casa aos domingos, para  comer a lasanha  que
 minha  avó  fazia  -  que ele adorava;  tinha  um   apetite  monstro  para  aquela
 lasanha,  a  bocona  dele  era  um  buraco  sem fundo! E  também  nunca  mais 
 apareceu  por  lá,  assim  de  surpresa,  como  costumava  fazer,  sempre  com 
 alguma novidade.

 Quem apareceu foi a polícia. Meteram o pé na porta, entrou uma dúzia de caras,
 cada  um com  uma arma  mais medonha  na mão, abanando  no nosso nariz. E
 berrando. Diziam tudo berrando. Não paravam de berrar!

 Reviraram a casa inteira, quebraram o que puderam e foram embora, com minha
 avó, a mãe do tio Zeca, gritando às costas deles:

 - Tão procurando quem aqui? Ele está com vocês! Está  preso  faz mais  de um 
 mês e a gente não sabe dele. Vocês é que sabem!...


O leitor, logo no início do livro, irá perceber que a luta da criançada do Condomínio da
Colina  está inserida em outras lutas muito maiores. 
                              
O livro PISCINA JÁ! é um mergulho na nossa história. É uma história dentro da História.
Altamente sugestivo, levará o leitor a muitas reflexões.


No posfácio, apresentado pelos editores, o leitor poderá conhecer um  pouco mais 
sobre o Brasil daquela  época:  como foi  implantada a  Ditadura  Militar e  em  que 
momento aconteceu a campanha das Diretas Já, que deu origem ao nome do livro.


ILUSTRAÇÕES:


As ilustrações de Tiago Lacerda, em preto, branco e nuances de cinza, realçam e
complementam o texto de Luiz Antonio Aguiar, ajudando  a compor  o clima tenso
da história.




AUTORES:


CRIANÇA GOSTA DE LIVROS.
NO DIA DA CRIANÇA, DÊ LIVROS DE PRESENTE. 

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

DIVERSÃO ENTRADA FRANCA: FESTA "ÁRVORE SER" DE MANOEL DE BARROS ( RIO DE JANEIRO)


EVENTO GRATUITO / AO AR LIVRE
Em caso de chuva, o evento será realizado no dia 28/setembro.

EVENTO:
"ÁRVORE SER" de MANOEL DE BARROS

PROGRAMAÇÃO:


LOCAL:
JARDINS DO MUSEU DA REPÚBLICA
rua do Catete, 153 Catete
Rio de Janeiro / RJ

DIA:
21 / setembro / 2014 (DOMINGO)

HORÁRIO:
das 10 h às 14 h

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

VENHA PARA A FESTA DE ANIVERSÁRIO DA LIVRARIA NOVE.SETE (SÃO PAULO)

A LIVRARIA NOVE.SETE FAZ ANIVERSÁRIO ( 7 anos) E PRESENTEIA SEUS
CLIENTES COM  DESCONTO DE 25% NO ACERVO INFANTOJUVENIL, SORTEIO
DE LIVROS E UMA PROGRAMAÇÃO ESPECIAL.



PROGRAMAÇÃO:

11 horas: Contação de histórias com KIARA TERRA / Lançamento do livro
' O  COISO  ESTRANHO ' / Ilustrações ao vivo com o ilustrador  JOSÉ CARLOS 
LOLLO / Sessão de autógrafos com a autora BLANDINA FRANCO.



15 HORAS: Teatro de Sombras com Valter Valverde da Cia Luzes e Lendas



16 horas 30: Oficina de Monstros



LANÇAMENTO DA EDITORA PULO DO GATO: "OS INCOMODADOS QUE SE MUDEM" DE MÁRCIA LEITE E ANITA PRADES

                                  SITE DA EDITORA: www.editorapulodogato.com.br

INDICAÇÃO: a partir de 3 anos até 5 anos (leitura compartilhada) / a partir 
de 6 anos (leitor iniciante)

32 páginas

A história do livro OS INCOMODADOS QUE SE MUDEM lembra uma conhecida
cantiga infantil, que as crianças adoram ( e os adultos também). Assim, como na
canção, a autora do texto lança mão da 'repetição' e da 'sequência enumerativa',
para contar a história de elefantes  e ratinhos. Contar e repetir são recursos, que
logo, logo, viram uma  gostosa brincadeira para o pequeno leitor.

                                             1 ELEFANTE  
                                        INCOMODA
                                                      MUITA GENTE.                                                                                    

                                                2 ELEFANTES                                                   
                                                       INCOMODAM
                                                       INCOMODAM
                                                       MUITO MAIS...

                                                3 ELEFANTES...

Interessante é observar como os personagens, tão diferentes em tamanho, convivem
nas  páginas  do livro:   elefantes  volumosos, ocupam  grande  parte  do  espaço das
páginas e inúmeros ratinhos, que não param quietos um só instante, correm para lá e
para cá.

Mas, afinal,  os elefantes incomodam  mais ? Ou seriam os ratinhos?  A história  OS
INCOMODADOS QUE SE MUDEM apresenta um desfecho alternativo e muito bem-
humorado. 

Não importa se os incomodados são os elefantes ou se são os ratinhos. Quem estiver
insatisfeito com a situação, só tem mesmo uma saída: mudar.


AS ILUSTRAÇÕES:



       As  ilustrações da artista Anita Prades para o livro "OS INCOMODADOS QUE SE MUDEM",  ocupam  páginas  duplas, sobre fundo  branco,   apresentam  personagens
caricatos e engraçados. O desenho dos personagens não tem rebuscamento, explora, principalmente, a cor preta e nuances de cinza. 

      Sem contornos definidos, manchas e borrões retratam os elefantes. Já  os ratinhos,
 correndo pelas páginas brancas do livro, se destacam pela cor vermelha.

       Um trabalho extremamente encantador! Vale a pena reparar em todos os detalhes.


 



AS AUTORAS:

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

CRIANÇA GOSTA DE LIVROS.
NO DIA DA CRIANÇA, DÊ LIVROS DE PRESENTE.

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

"FLICTS" DE ZIRALDO

                                 SITE DA EDITORA: www.editoramelhoramentos.com.br


INDICAÇÃO: a partir de 8 anos (leitor em processo)


48 PÁGINAS

FLICTS foi o primeiro livro infantil escrito por ZIRALDO. Foi editado, pela primeira 
vez, no ano de 1969. Lá se vão 45 anos e o livro continua encantando crianças  e
pessoas de todas as idades.

FLICTS é, certamente, a obra mais original dos últimos tempos. O livro do Ziraldo,
por  meio  de um  texto poético,  de formas  geométricas coloridas e de um projeto 
gráfico contemporâneo e atraente, reserva ao leitor, a cada virada de página, uma 
surpresa.

Como é bom folhear o livro FLICTS

O livro traz a história de uma cor, muito  rara e muito triste, chamada  FLICTS, que
queria encontrar seu lugar  no mundo. FLICTS era  uma cor rejeitada por  todas as
outras cores e por isso, era uma cor muito solitária.

Cada cor era representada por uma característica: o vermelho tinha força, o amarelo
tinha uma imensa luz  e o  azul transmitia a paz... E FLICTS?   FLICTS  era apenas
frágil, feio e aflito. Ele buscava apenas a sua identidade.

O texto, em uma de suas páginas diz:



                                            Tudo no mundo tem cor
                                            Tudo no mundo é
                                            Azul
                                            Cor-de-rosa
                                            ou Furta-cor
                                            É Vermelho ou
                                            Amarelo
                                            quase tudo tem seu tom
                                            Roxo
                                            Violeta ou Lilás
                                            Mas não existe no mundo
                                            nada que seja "Flicts"
                                           - nem a sua solidão -
                                            Flicts nunca teve par
                                            nunca teve um lugarzinho
                                            num espaço bicolor
                                            (e tricolor muito menos 
                                            - pois três sempre foi demais)
                                            Não
                                            Não existe no Mundo
                                            nada que seja "Flicts"



Em busca de uma  identidade, FLICTS  foi procurar trabalho, mas só escutou:  "Não há
vagas". E assim, FLICTS  correu mundo. Nem trabalho e nem um amigo, ele encontrou.
Um dia, FLICTS decidiu parar de procurar e sumiu. Para onde foi  FLICTSOs leitores 
de FLICTS irão se surpreender com o desfecho da história.  




UM OUTRO OLHAR / UMA OUTRA LEITURA:

O leitor, com  olhar  aguçado, nas entrelinhas, verá também que a discussão, em FLICTS,
gira em torno dos preconceitos existentes ao que é diferente e ao autoritarismo ( numa
certa passagem do  livro, uma cor, de forma autoritária, diz: " Não tentem alterar a ordem
natural  das   coisas." ).  FLICTS, na  época  do seu  lançamento, fez, de  forma  velada, 
crítica ao regime  autoritário vigente no Brasil.



PRÊMIOS:
-PRÊMIO INTERNACIONAL HANS CHRISTIAN ANDERSEN  (2004)
-INDICADO PARA O PROGRAMA NACIONAL BIBLIOTECA DA ESCOLA ( PNBE)
(2005)

ILUSTRAÇÕES:


                         

O AUTOR:

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

CRIANÇA GOSTA DE LIVROS.
NO DIA DA CRIANÇA, DÊ LIVROS DE PRESENTE.




sábado, 13 de setembro de 2014

" O MENINO MARROM " DE ZIRALDO

                            SITE DA EDITORA: www.editoramelhoramentos.com.br


INDICAÇÃO: a partir de 10 anos ( leitor fluente)


32 páginas

          O livro O MENINO MARROM,  escrito e ilustrado por Ziraldo, foi editado, pela
primeira vez, no  ano de 1986. A narrativa é construída a partir de vários temas, que
se entrelaçam: as diferenças, os valores humanos, a amizade, o comportamento, 
curiosidade, as questões raciais...

       Na  narrativa,  tudo  acontece  a partir  da  história  de  dois meninos:  o  menino 
marrom (personagem protagonista) e o menino cor-de-rosa (personagem secundário).

       A imagem do menino marrom é construída através da ilustração do autor e das
 características do personagem apresentadas no texto.

      Explorando o uso metafórico da linguagem, Ziraldo descreve o  menino  marrom
através de imagens formadas por semelhanças.
  
                     Era  uma vez um  menino marrom.  Ele era  um  menino  muito
                   bonito. Sua  pele  era cor  de chocolate.  Chocolate   puro, não
                   aqueles misturados com leite.(...)
                   Os  olhos  dele  eram  muito  vivos, grandes.  As bolinhas dos
                   olhos  pareciam duas  jabuticabas: pretinhas. Aliás, pretinhas
                   não. Jabuticabas  não  são  pretas.  Para  falar  a verdade, tem
                   muito pouca coisa realmente preta na natureza.
                   Se  você  for  examinar bem a  jabuticaba,vai descobrir que ela
                   é roxa-muito-preta.(...)
                   O menino marrom tinha os dentes claros, certinhos, certinhos.
                   Pareciam as teclas de um piano.(...)
                   Quando  o  menino  ria, era  aquela  luz  no meio do  seu  rosto
                   marrom.(...)

      Já o menino cor-de-rosa, Ziraldo apresenta da seguinte maneira: 

                   Ele era muito clarinho,(...) o cabelo dele era  amarelado - mais 
                   pro  amarelo  do  que  pro  castanho  -  lisinho  como  rabo de
                   cavalo. Só que muito, muito fino.Caía na testa e dançava com
                   o vento, de tão leve. Os  lábios eram  fininhos, como um risco
                   debaixo do nariz. O nariz  era  pontudinho  e  os  olhos  meios 
                   azuis,  meio  verdes,  meios  castanhos.(...)  que  brilhavam de
                   alegria,  quando  ele  via  chegar   o  menino  marrom (...)
                   
       Quando o autor apresenta o  menino cor-de-rosa, ocorrem  questionamentos e  
reflexões a respeito das cores e dos tons da pele. Por curiosidade, questões raciais são levantadas,  pelos próprios personagens. 

        As dúvidas  dos personagens é que  vão motivar as ações  da narrativa  e vão
permitir que o menino marrom e  o menino cor-de-rosa  construam as suas próprias
identidades. Eles se tornaram amigos inseparáveis, mas  tentam compreender suas
diferenças, apesar de nunca terem se preocupado, nem um pouquinho, com isto.

                 Eles   tinham  estado   juntos,   praticamente,  desde  o  dia   em 
                 que    nasceram,  brincando,  conversando,  inventando  coisas,
                 brigando, rolando na grama, dando socos um na  cara do outro,
                 fazendo  as  pazes, brigando  de  novo,  passeando  pela  praça,
                 jogando  na   escola,  sempre  juntos,  sempre   às  gargalhadas,
                 sempre  inventando moda. E nunca tinham se preocupado com 
                 o fato de um ser de uma cor e o outro ser de outra. E agora eles
                 queriam saber o que era branco e o que era preto e se isto fazia
                 os dois diferentes. 
                  
       Os amigos, espertos  e curiosos, dentre  outras coisas, decidem  descobrir  juntos
o mistério das cores  e acabam fazendo  muitas  outras descobertas,  compreendendo
questões   como: as  diferenças humanas, a valorização de identidade,  a  diversidade
étnica-racial...

       O final do livro mostra que a vida tem suas prioridades, suas necessidades. Os
meninos cresceram e se separaram por conta das opções de vida que fizeram, mas
a amizade persistiu.
                
               Um é  craque  de basquete e  o outro, de  voleibol; um já está quase
               formado  e  o outro não  estuda  mais - ou  os  dois  já  se formaram,
               todos  dois já  são  doutores - já nem posso precisar. Só sei que um 
               desistiu de  tocar a bateria  e o outro fez  um  samba e  gravou  uma
               canção; um  está  tocando  flauta  e  o outro,  violão. Um  deles já se
               casou - se  casou  eu  não  sei  bem - e  o  outro perdeu  a conta das
               namoradas que tem. (...)  Um dos dois é muito alegre e o outro mais
               quietinho; um faz  piadas com tudo e  os dois riem juntos. Um  é um
               cara ótimo e o outro, sem qualquer dúvida, é um sujeito muito bom.
               Um já não é mais rosado e o outro está mais marrom.

Mergulhe de  corpo e alma  nesta  leitura.  O livro  O MENINO MARROM de Ziraldo

deixa espaços livres para que o leitor reflita, com leveza, assuntos polêmicos como:
atitudes  discriminatórias, intolerância  racial,  diversidade  étnica, valores  como a
verdadeira amizade....

      
               
PRÊMIO:

-Prêmio Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil ( FNLIJ ) -Fundação Nacional
do Livro Infantil e Juvenil - 1987- O melhor livro para criança 


ILUSTRAÇÕES:






O AUTOR: