segunda-feira, 26 de setembro de 2016

CONVITE PARA O LANÇAMENTO DO LIVRO: TODAS AS CORES DE MALU DE ROSANA MONT'ALVERNE E MAURIZIO MANZO - EDITORA ALETRIA (BELO HORIZONTE)


LIVRO:
TODAS AS CORES DE MALU
autora: ROSANA MONT' ALVERNE
ilustrador: MAURIZIO MANZO
editora: ALETRIA

PROGRAMAÇÃO:
Presença da autora e do ilustrador
Sessão de autógrafos
Contação de histórias com ALESSANDRA VISENTIN

LOCAL:
Livraria QUIXOTE
rua Fernandes Tourinho, 274 - Savassi
Belo Horizonte - MG

DIA / HORÁRIO:
1º de OUTUBRO (sábado) - a partir de 11h

sábado, 24 de setembro de 2016

INSCRIÇÕES ABERTAS! OFICINA RITMOS: ILUSTRAÇÃO EXPERIMENTAL COM A ARTISTA ARGENTINA ANABELLA LÓPEZ (BELO HORIZONTE)

IMPERDÍVEL!!!


A editora ALETRIA organiza a oficina RITMOS de ilustração experimental,
com artista argentina  ANABELLA  LÓPEZ, vencedora do último PRÊMIO
JABUTI, na categoria ilustração.

A chamada é para ilustradores profissionais ou  iniciantes, artistas que
desejam se lançar no mercado editorial e interessados em desenvolver
técnicas de  ilustração.  O único pré-requisito para participar da oficina
é gostar de desenhar.


quinta-feira, 22 de setembro de 2016

CONVITE PARA O LANÇAMENTO DO LIVRO DRUFS DE EVA FURNARI - EDITORA MODERNA (SÃO PAULO)


LANÇAMENTO
livro: DRUFS
autora: EVA FURNARI
editora: MODERNA

PROGRAMAÇÃO
10h30 - oficina de dedoches para crianças com o Grupo ÓPERA  CÔMICA
11h     - Sessão de autógrafos com a autora

DIA / HORÁRIO
24 /setembro 
a partir de 10h30

LOCAL
livraria Casa de Livros
rua Capitão Otávio Machado, 259 Chácara Santo Antônio - São Paulo

TELEFONE
(11) 5185-4227


NÃO PERCA A FESTA DE ANIVERSÁRIO DA LIVRARIA NOVE.SETE! (SÃO PAULO)


PROMOÇÃO DE ANIVERSÁRIO: TODO O ACERVO INFANTOJUVENIL COM DESCONTO DE 15%

========================================================================
PROGRAMAÇÃO: PARTE DA MANHÃ


Diretor Artístico e Musical - Ênio Antunes. 

Rafael Amadeu Barbosa Luperi
Regência e Coordenador Pedagógico. 
Prof. Dr. Rodrigo Felicissimo - Regência e Coordenador Cultural. 

Artista convidado:
Marcos Fokin  - 1° Fagote solista no Theatro Municipal de São Paulo
Orquestra Sinfônica

P R O G R A M A
• Concerto Grosso RV 151 "alla rústica".

• Concerto para fagote e orquestra de cordas, em Sol Maior, RV 545.
 
Solista
Marcos Fokin - Fagote
Rafael Amadeu Barbosa Luperi - Cravo.
Bruno Willian - Continuo

I N T E R V A L O

• Concerto op. 8, Nr. 1 - 4.
"As Quatro Estações"

Ênio Antunes - Solo de violino
Rafael Amadeu Barbosa Luperi - Cravo.
Bruno Willian - Continuo

=====================================================================
PROGRAMAÇÃO: PARTE DA TARDE



Este novo trabalho da Cia. Luarnoar reúne contos populares como as aventuras de
João Grilo e o homem que botou ovo (conto recolhido por Câmara Cascudo) e
O caso do espelho  (conto recolhido por Ricardo de Azevedo)

As histórias são entremeadas com brincadeiras e canções
do cancioneiro popular.

O público participa nos jogos de adivinhas, quadrinhas populares,
trava línguas.

=====================================================================
local: LIVRARIA NOVE.SETE
rua: FRANÇA PINTO,97  VILA MARIANA - São Paulo / SP 
telefone: (11) 5573-7889

ENTRADA FRANCA

TRÊS LANÇAMENTOS EDITORA DO BRASIL NA LIVRARIA CORTEZ! (SÃO PAULO)




LANÇAMENTOS:

POESIAS PARA A PAZ

autores: César Obeid e Jonas Ribeiro
ilustradora: Vanina Starkoff
Editora do Brasil
32 páginas    

A paz, um tema caro à humanidade, virou poesia nas mãos criativas dos
escritores César Obeid e  Jonas Ribeiro. Com ritmo  e rimas, a dupla fez
poemas para que  as crianças se  divertissem e  pudessem refletir sobre
respeito, solidariedade e diálogo; frutos cotidianos da paz. 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

SILÊNCIO DE FILHA
autores: Jonas Ribeiro
ilustrador: Flávio Fargas
Editora do Brasil
40 páginas  

Juliana é comunicativa, mas certas confissões só faz ao seu diário. Quando 
percebe algo errado, Marta, sua  mãe, deixa  bilhetes  pelo  caminho da filha
para ajudá-la nas decisões importantes. 
Intermediado  por estas  anotações, o  leitor conhecerá  o universo  de afeto
entre mãe  e filha  e a relação de amor e amizade que constroem permeadas
pelo silêncio.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

ENTRE SILÊNCIOS E GESTOS
autor: Marcos Arthur
Editora do Brasil
120 páginas 


Marcel é  um garoto  tímido, tão tímido que  se fecha  feito um tatu-bola  nas
situações constrangedoras. Muito de sua timidez se deve às consequências
de uma grave doença que enfrentara quando ainda bebê: a poliomielite, que
o fez ter uma leve deficiência. Por este motivo é  alvo de  bullying na escola.
Mas, inspirado  por seus  pais a  notar o  mundo  pelo  viés   da  arte,  Marcel
descobre  uma  maneira  de  reagir:  seu  talento  especial  para  o  teatro  de 
pantomima – a arte de expressar sentimentos por meio de gestos e atitudes, 
em silêncio. Este  livro apresenta um  relato marcante e  emocionante de um
jovem que vira o jogo e enfrenta os piores pesadelos com gestos preciosos.



terça-feira, 20 de setembro de 2016

VOCÊ NÃO PODE PERDER O LANÇAMENTO DA EDITORA TINTA NEGRA: A GENTE VAI SE SEPARAR DE ANA LETÍCIA LEAL (RIO DE JANEIRO)



++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++




INDICAÇÃO: a partir de 14 anos (leitor crítico)
  
112 PÁGINAS

TRECHO


   "Morrer deveria ser bem doce  para uma  pessoa  como você.  Mas sua
    morte  é  lenta  e  amarga.  Não  tenha   medo  de  morrer!   Mãe,  estou
    falando uma coisa ridícula.Não dá para não ter medo. A  gente sempre
    tem  um  certo medo de tudo  o  que   desconhece.  Pensando  bem,  a
    morte  é mais um tempo de inquietude. Uma vez, tive tanto medo, mas
    tanto, de ir numa montanha-russa,  que  não curti  nem um pouco. Faz
    dezessete anos, mas me lembro  bem.Eu em pânico, enquanto minhas 
    amigas se divertiam. Já de outras vezes, soube aproveitar – com medo
    e tudo. Então, acho que dá  para curtir, sim, deixar  de viver. Apesar do
    medo."


“Eu preciso transformar em  livro esta  dor horrível”, anuncia  a  narradora, logo  no 
começo de A gente vai se separar. A sentença  tem  uma  destinatária  exata Uma
interlocutora cada vez  mais  silenciosa, cada  vez mais  ausente. Alguém que, em
breve,  vai   morrer. Antes  do  Natal,  talvez.  Uma   pessoa  que,  na   verdade,  já
parece “bem  mais  morta do  que quando  comecei  a  escrever”. Que teve, súbito, 
um  diagnóstico  inesperado. Câncer  no  cérebro. E  que,  agora,  nem sempre  se
parece  com quem era antes:“Quando eu crescesse, eu teria  uma filha, e  a tenho
de supetão: ex-mãe. Cadê a minha mãe? Não volta mais.”

Nesta  nova  obra, Ana  Letícia  Leal  constrói   um  relato   contundente  e  singular
sobre a  trajetória  da  perda. Um  livro  que  é,  ao   mesmo   tempo,  um  diário  de
preparação  para  o luto  e  uma  missiva  dedicada  a alguém  que  não  chegará a
lê-la.  Um  tratado  sobre  a  dor  e  a  solidão. Uma  narrativa  sobre  o  declínio  do
corpo e a fragilidade da  vida. Mas, também,  um  elogio  à arte de narrar e  ao  seu
poder de resistência e de reinvenção. 

Em fragmentos enumerados como numa contagem  regressiva, a  autora  empresta
sua enorme  habilidade  literária  à construção  de  um  quebra-cabeças  tão  aflitivo
quanto lírico. Os detalhes do tratamento, a  radioterapia  e as habilidades  perdidas
dia  a  dia   se   enovelam  às   lembranças   do  esmalte   vermelho  nos  dedos  ao 
telefone, do  apreço à  música e  à loquacidade, do  temperamento forte. Com  isso,
a personagem vigorosa do passado vai se imiscuindo na figura da mãe que adoece
— e desaparece —um pouco mais a cada instante.    

Um  pote de doce de leite compartilhado, os  momentos  diante da TV,  o  sanduíche 
preparado  com  esmero, a  gata que  se  aproxima e interrompe a  escrita.  A gente
vai  se separar encara a morte pelo ângulo mais íntimo — e,  por isso  mesmo, mais desconcertante. Em contraponto, a trajetória de sustos,  ambulâncias  e internações
é  narrada   de  forma  crua  e   objetiva.  Como  numa  montanha-russa,  em  que  a
literatura é,  simultaneamente, tábua  de  salvação e  dose extra  de  adrenalina. Por 
tudo isso, Ana Letícia Leal mostra mais uma  vez por que é um dos grandes talentos
 da jovem geração de autores brasileiros. 

O  luto e  a  perda, temas  recorrentes  em  sua  obra,  aqui se  desenham  de forma
traiçoeira, em múltiplas camadas de luz sobre a dor brutal da morte materna. 

A ESCRITORA:


sexta-feira, 16 de setembro de 2016

ESPERAMOS VOCÊS PARA UM LANÇAMENTO ESPECIAL: CONTOS DE CHARLES PERRAULT NA PAULINAS LIVRARIA (RIO DE JANEIRO)


CONTOS DE CHARLES PERRAULT
ESCRITORA E TRADUTORA: ELIANA BUENO-RIBEIRO
ILUSTRAÇÕES DE GUSTAVE DORÉ
EDITORA PAULINAS

PROGRAMAÇÃO: o ator Tonico Pereira fará a leitura interpretada de um
dos 11 contos do livro, traduzidos diretamente da versão original

DIA: 19 / setembro / 2016 (2ª feira) às 16 horas

PAULINAS LIVRARIA
rua Sete de Setembro, 81 A Centro - Rio de Janeiro / RJ
telefone: (21) 2232-5486
rjpromov@paulinas.com.br

PARTICIPE DO PROJETO PÉ DE POESIA NA LIVRARIA CASA DE LIVROS: FORMOSURAS DO VELHO CHICO DE LALAU E LAURABEATRIZ - EDITORA PEIRÓPOLIS - SÃO PAULO


PROJETO PÉ DE POESIA
livro: Formosuras do Velho Chico
autor: Lalau
ilustradora: Laurabeatriz
editora: Peirópolis

DIA 17 de setembro de 2016  (sábado) às 10h30

LIVRARIA CASA DE LIVROS
rua Capitão Otávio Machado, 259 
Chácara Santo Antônio - SP

TELEFONE: (11) 5185-4227

A CIA LE TEMPÊ APRESENTA CANTO, POEMAS E CANÇÕES NA LIVRARIA NOVE.SETE (SÃO PAULO)


quarta-feira, 17 de agosto de 2016

ESPETÁCULO TEATRAL JUVENIL e LANÇAMENTO DO LIVRO: ROMEU GUARANI e JULIETA CAPULETO, NA LIVRARIA DA VILA - LORENA (SÃO PAULO)


 PROGRAMAÇÃO:

 ESPETÁCULO TEATRAL  com o grupo O TOQUE DO BEIJA-FLOR
 ROMEU GUARANI E JULIETA CAPULETO
 direção e texto: CÉSAR OBEID
 atores: CÉSAR OBEID e PAMELLA CAVALCANTI 
 cantora: PATRÍCIA LIMA
 indicação: PÚBLICO JOVEM
 duração: 50 MINUTOS  

 LANÇAMENTO DO LIVRO e SESSÃO DE AUTÓGRAFOS
 ROMEU GUARANI E JULIETA CAPULETO
 autor: CÉSAR OBEID
 ilustradora: CATARINA BESSEL
 série: TODA PROSA
 editora do BRASIL
 96 páginas

LANÇAMENTO DA EDITORA CAROCHINHA: SERELEPE DE SILVANA SALERNO E BRUNO NUNES NA LIVRARIA NOVE.SETE (SÃO PAULO)



LIVRO: 
SERELEPE - A história da amizade entre um menino e um esquilo
autora: SILVANA SALERNO
ilustrador: BRUNO NUNES
editora: CAROCHINHA

"Serelepe – A história da amizade entre um menino e um esquilo" conta
a aventura de um garoto que se mudou e não foi bem aceito pela turma
da nova escola. Num parque, ele conhece um pequeno esquilo que tem
um problema parecido: os dois não  conseguem se  relacionar bem com 
os colegas. Enquanto conversam, a noite  chega. O menino  e o esquilo
ficam  inseguros  e  com  medo.  Unidos,  bolam  estratégias  rápidas  e 
criativas para salvar a própria pele.

PROGRAMAÇÃO: 
sessão de autógrafos . exposição de ilustrações . contação de histórias .
tapete gigante de colorir

LOCAL:
Livraria NOVE.SETE
rua França Pinto, 97 - Vila Mariana 
São Paulo / SP

TELEFONES:
(11) 5573-7889 / 3567-4344

DIA / HORÁRIO:
20 / agosto (sábado) às 15h

ASSISTA AO VÍDEO PREPARADO PELA EDITORA:




quarta-feira, 10 de agosto de 2016

LANÇAMENTO DO LIVRO: "ESTE É O LOBO" de ALEXANDRE RAMPAZO NA LIVRARIA NOVE.SETE (SÃO PAULO)



LANÇAMENTO:  ESTE É O LOBO
AUTOR: ALEXANDRE RAMPAZO
EDITORA: DCL

LOCAL: LIVRARIA NOVE.SETE
RUA: FRANÇA PINTO, 97 VILA MARIANA - SÃO PAULO / SP

DIA: 13 DE AGOSTO DE 2016 (SÁBADO)
HORÁRIO:  15 HORAS 

CONVERSANDO COM O ESCRITOR CÉSAR OBEID SOBRE O LIVRO MEU PAI É O CARA (EDITORA MODERNA)


                               SITE DA EDITORA: www.modernaliteratura.com.br

COLEÇÃO VEREDAS

INDICAÇÃO: a partir de 12 anos (leitor crítico)

128 PÁGINAS

SOBRE O LIVRO:

O  que   você  faria  se  descobrisse  que  seu  pai   está  trabalhando  com  mercadoria 
ilegal? O que você faria se descobrisse que seu pai é um cara desonesto?

No livro "Meu pai  é o  cara", de César Obeid, um conflito, como o  que foi  apresentado,
que envolve  sérias  questões  éticas, vai  mudar  totalmente  a  vida  do jovem Gustavo.
Ele, quando vai trabalhar com o pai, organizando as  notas  fiscais da empresa, percebe 
que seu pai estava vendendo os produtos por um valor bem abaixo do preço de compra.
Percebe, também, outras manobras, que favorecem a  empresa. Assim, pouco  a pouco,
Gustavo  descobre  que seu pai  é desonesto e passa a viver uma  crise de  consciência.
Gustavo fica, então,  diante  de uma situação  em que  precisa escolher  o que fazer: ou
ele denuncia o próprio pai ou finge que não sabe de nada.  Eis a questão. Ao fazer uma
escolha, Gustavo sabe que terá deixar muita coisa para  trás. Além deste conflito, que é
o fio  condutor da  história, Gustavo  vive, também,  outras  situações  difíceis: a mãe de
sua  namorada  não aprova  o namoro  da  filha; a  namorada  Ju, por  sua vez, busca  a 
atenção dele, que não  consegue pensar  em outra  coisa  a não ser na decisão que terá
que tomar; para não falar, também, na viagem de intercâmbio  que ele gostaria  tanto de 
fazer...

O título  do livro, de César  Obeid, se contrapõe  à narrativa e deixa  espaço para  que o
jovem leitor reflita sobre o tema: honestidade X  desonestidade.

Ao mergulhar na história "Meu pai é o cara" e deixar-se  envolver pelos conflitos, o leitor,
certamente, terá muitas perguntas para fazer ao escritor César Obeid, por exemplo:

De onde veio a ideia para escrever o livro " Meu pai é o cara"?

Como abordou, neste livro, o tema corrupção?

Onde se passa a história, que é narrada em "Meu pai é o cara"?

Por que o autor pontuou a história com várias frases de Shakespeare?

Será que César Obeid vai escrever um segundo livro para dar continuidade
à história do jovem Gustavo?


ASSISTA AO VÍDEO PARA SABER TUDO SOBRE O LIVRO "MEU PAI É O CARA".





SOBRE O ESCRITOR CÉSAR OBEID:

César Obeid é escritor, educador e contador de histórias. É autor de  diversos livros para
o público infantojuvenil, alguns deles premiados pela Fundação Nacional do Livro Infantil
e Juvenil (FNLIJ). Frequentemente, escreve matérias e artigos para  jornais e revistas de
Educação, como também participa de gravações de programas de televisão e rádio para
falar sobre leitura, literatura, poesia e cultura popular.